Lua de Mel – Parte 4 – San Pedro de Atacama

Dados deste roteiro

  • San Pedro de Atacama e região.
  • Rotas: De San Pedro de Atacama até as Lagunas Miscanti y Miñiques são 113 km, seguimos pela Ruta 23 até a indicação das placas. Voltamos pela Ruta 23 até a indicação de placa para a Laguna Cejar, rodando 108 km. Mais 28 km até o hotel, e após pegamos novamente a ruta 23 até o Valle de la Luna, que fica a 7 km do hotel.
  • Nota para as estradas: 9 . Mesmo as estradas de Ripio eram de boa qualidade
  • Nota para o hotel Pachamama: 8. O atendimento é bom, quarto limpo, mas o isolamento acústico é ruim.
  • Nota para o restaurante Quitor: 10
  • Não fechamos nenhum passeio com agência de turismo

 

Nosso relato

San Pedro de Atacama merece um Post a parte!

Chegamos!!!
Chegamos!!!

Estávamos ansiosos para conhecer San Pedro, afinal era o nosso principal destino. Não vamos mentir, nossa primeira impressão da cidade foi: Que decepção!

A entrada da cidade não era bonita, bastante lixo espalhado, parecia ser uma cidade desorganizada.

Mas tudo bem, fomos procurar hospedaria, paramos em alguns estabelecimentos, mas eram caros e a maioria estava cheio. Até que um homem, que percebeu que estávamos perdidos, perguntou se precisávamos de ajuda e para nossa surpresa, ele era proprietário de um hotel, e foi lá que nos hospedamos.

CAM01417
Hotel Pachamama

O hotel é bem simples, mas aconchegante, gostamos muito de ficar hospedados lá.

Deixamos as malas no quarto, e fomos para o centrinho da cidade, aí as coisas começaram a melhorar.

O centrinho é bem simpático, uma igrejinha bonita, uma praça com bares e agências de turismo em volta, tocava musica brasileira em todo lugar, inclusive no hotel que ficamos estavam fazendo churrasco e escutando a banda Calcinha Preta.

Centro da cidade.
Centro da cidade.
Igreja
Igreja

O que todo mundo fala sobre San Pedro é verdade: É uma cidade cara!

Na volta do centrinho passamos em algumas agências de turismo, os passeios eram muito caros. Fomos informados que conseguiríamos ir sem guia, mas só chegava nos locais com veículos 4 x 4 (eles não sabiam que estávamos de LANDCELTA Muuuahaha). Decidimos ir pro hotel e perguntar para o dono o que ele achava, e ele desdenhou do nosso carro, mas deu algumas dicas de passeios e indicou um restaurante para jantarmos.

Acordamos, tomamos chá de coca e comemos o pãozinho deles, os pássaros nos fizeram companhia. Decidimos ir com o nosso carro para as Lagunas Miscanti y Miñiques.

Café da manhã
Café da manhã

Durante a ida, avistamos uma nuvem sobre o vulcão Lascar, chegamos mais perto, percebemos que era fumaça, pois este é um vulcão ativo. Infelizmente não pudemos conhecê-lo pois a visitação estava fechada, por conta da atividade vulcânica que estava acima do normal.

Lascar em atividade
Lascar em atividade

Passamos por algumas cidades bem simpáticas, a maioria das casas são feitas de Adobe:

Cidades pelo caminho
Cidades pelo caminho

O caminho até as Lagunas segue por uma rodovia asfaltada, e depois por uma estrada de chão batido com pequenas erosões e pedras soltas. Vimos muitas vans de turismo fazendo este trajeto em velocidade considerável. Passamos por um trecho de erosão mais complicado, e mais uma vez o LandCelta passou tranquilamente onde “só é possível ir de 4 x 4”. Concluímos que  é necessário tomar cuidado com o que vendem nas agencias de turismo. (mais sobre isto no final do Post)

A paisagem do deserto é linda, em alguns lugares tem esta vegetação típica, e essa é a estrada de chão que falaram que o nosso carro não passaria:

Estrada de ripio
Estrada de ripio
Nós, a estrada e as montanhas!
Nós, a estrada e as montanhas!

Chegamos! Pagamos a entrada e teve pequena reunião com a guarda parque que explicou as regras de visitação,

As lagunas Miscanti e Miñiques ficam dentro da reserva nacional dos Flamingos, por isso é expressamente proibido ultrapassar as delimitações feitas com pedras.

A primeira parada foi na Laguna Miskanti, o limite para pedestres é longe da margem, mas deu para ver alguns animais nativos se banhando.

Chegando na Laguna Miscanti.
Chegando na Laguna Miscanti.
Demarcações com pedras.
Demarcações com pedras.
Com o Lascar de fundo
Com o Lascar de fundo
Laguna Miscanti
Laguna Miscanti

Alguns metros mais a frente, estacionamos na segunda laguna, a Miñique. Tão linda quanto a primeira, mas fica em um ponto mais alto, e um pouco mais longe da água. Ficamos algum tempo admirando a paisagem.

Laguna Miñique
Laguna Miñique

Na volta, mas ainda dentro da reserva, reparamos que tinha uma ave nativa, não sabemos qual espécie, chegamos pertinho dela, e ela ficou ali parada e tranquila, até fez pose para tirar foto, mas apressamos o passo pois queríamos visitar outros pontos turísticos.

Conseguem ver a Alpaca?
Conseguem ver a Alpaca?

A maioria dos restaurantes neste trajeto só servem refeição para os turistas que fazem reserva com as agência, então tivemos que improvisar nosso almoço comprando comida em um mercadinho.

Chegamos na Laguna Cejar, de longe já achamos lugar magnífico. O guarda nos deu as dicas. Estacionamos o Land Celta, e corremos para a água.

É  um lugar muito legal! A curiosidade estava em:

– Será que não afunda mesmo?

– Nãoooo!!

Apenas uma coisa que nos chateou, algumas pessoas não respeitam a tranquilidade alheia, falando alto (gritando na realidade), e infelizmente, eram brasileiros, mas, pequenos problemas a parte. Aproveitamos muito o lugar! Pensem: Uma lagoa no meio de deserto para se refrescar, é magnífico né?

De boa na lagoa!
De boa na lagoa!
:D
😀

O motivo da alta densidade da água é a Salinidade, por isso, existem duchas  disponíveis para retirar o sal do corpo com água doce. Como a Laguna Cejar fica apenas 20 km de San Pedro, resolvemos tomar banho no hotel.

O sal que fica no corpo após o banho na lagoa!
O sal que fica no corpo após o banho na lagoa!

Após um banho rápido no hotel fomos para o Valle de la Luna / Valle de la Muerte, assistir o pôr do sol. Primeiro passeamos pelo Cânion de sal, onde é necessário levar lanterna, pois há alguns lugares estreitos onde a luz do sol não passa. E é claro que o Luiz aproveitou o lugar para dar seus saltos, acrobacias e traquinagens diárias.

Side
Side

A segunda atração são as dunas. Do topo da maior delas é possível assistir o pôr do sol. Nós realmente nos sentimos na lua, ou no cenário do Star Wars.

Subindo a montanha, sem fazer manha ;P
Subindo a montanha, sem fazer manha ;P

lua de mel 2 198

Valle de la Luna

CAM01392

O caminho pode ser cansativo para quem não está fisicamente ativo, e altitude aumenta a dificuldade de respirar.

Voltamos para o hotel com a sensação de dever cumprido, e para fechar o dia jantamos novamente no restaurante em frente ao hotel. O local é rústico, mas a comida e o atendimento superaram todas as expectativas! Qualidade de alta gastronomia, inclusive com o Garçom recomendando a harmonização de cervejas.

CAM0141520131219_224322

No dia seguinte andamos pela cidade para comprar lembranças para família, e tiramos a impressão inicial de cidade desorganizada. E assim demos tchau para a querida cidade de San Pedro de Atacama, e seguimos para o litoral!

Não visitamos alguns lugares que queríamos, como os Geisers, mas deixamos para a nossa próxima visita.


O motivo que devemos pesquisar antes de fechar com alguma agencia de viagem?

Com todos os passeios que fizemos, iríamos gastar em torno de R$350,00 por pessoa. Como fomos por conta, gastamos em torno de R$100,00 por pessoa, somando combustível, comida, água, e as entradas dos parques.

Que fique claro que não somos contra nenhum agencia, achamos que cada uma cobra o valor que acha justo!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: